quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Conflito em Gaza

A invasão da a faixa de Gaza por Israel está causando histeria na opinião publica internacional, depois de alguns dias de bombardeios intenso que minaram a rede de infra-estrutura palestina, isso é destruição de redes de água e esgoto, redes de energia elétrica, redes de comunicações, também ouve proibições da entrada do crescente vermelho (Braço Muçulmano da cruz vermelha). A justificativa israelense é que não tem como saber quem são militantes do Hamas (acho que é assim que se escreve) e quem são civis, na verdade o Hamas é uma organização política e militar muito antiga e por suas características é de difícil identificação.


Mas quem acha correto ou defende a invasão israelense usa o argumento que os foguetes palestinos causam destruição e mortes em Israel, mas os bombardeios com caças F-16 e mísseis de precisão também causam mortes e destruição, acho que até mais que os foguetes artesanais palestinos, sim muitas vezes os foguetes Qassan são feitos em casa com explosivos comprados no mercado clandestino.


Os F-16 e o Qassan ambos matam mas o F-16 mata muito mais, não vou colocar números por que ontem li no sophie que eram 555 mortos do lado palestino, a pouco tempo passou na TV que eram mais de 600, então se divulgar um numero ele vai ser inexato, mas por outro lado o que divulgaram na TV foi que o lado israelense teve 10 baixas, isso mesmo uma proporção de mais de 60 palestinos para 1 israelense.

Mas felizmente existe uma parcela da população e principalmente da juventude que enxerga uma alternativa ao massacre que está sendo feito na faixa de Gaza, no mundo inteiro estão acontecendo protestos contra a decisão de Israel de massacrar os palestinos, fazendo até com que o conservador presidente francês tomasse uma decisão bem progressiva de pressionar o governo israelense a parar os ataques imediatamente, acho qu falta um pouco desse animo em algumas situações aqui no Brasil?


Claro não é somente essa guerra que é injusta e covarde todas são mas convenhamos uma potencia bélica como Israel atacar um povo que nem um exército regular tem é no mínimo covardia e quem faz coro com dizendo os Qassan são perigosos simplesmente não conhece estatística

5 Comentários:

Sophie disse...

Imperialismo! De Israel e do grande Senhor Estados Unidos... por isso as defesas a Israel. Em um comentario, me falaram: 'É como se fosse a briga de Davi e Golias'. A cada minuto aumenta o número de mortos ¬¬
MAs eh isso... acho que nos resta nenhuma voz aqui.
ótimo post!
:)

Homero luz disse...

Na verdade mesmo que seje pouca a nosa voz podde fazer a diferença, vide o posicionamento do presidente da frança e da primeira ministra alemã, que apesar de extremamente consservadores estão contra Israel devido a pressão popular em seus paises.

lameduckbat disse...

Como disse no blog da Sophie:
"Humanos são tolos, não há mais nada para dizer sobre eles"

.moony. disse...

mais uma guerra pro mundo ¬¬
impressionante que há tanto tempo haja conflitos nessa região e nada nunca tenha se resolvido >.<"
intolerância, terrorismo, territórios... a cada dia é um novo "motivo" para novos conflitos e mais mortes.

Bruna disse...

Acho que, em alguns casos, nem palavras podem definir o que está ocorrendo. Só me lembro do final do 'A Menina que Roubava Livros': Os seres humanos me assombram. Ótimo post mesmo :)

Postar um comentário

Comenta aí e faça um blogueiro feliz!

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO